MA: Ministério da saúde orienta vacinação no estado

janeiro 06, 2017 0



 
 

Entre julho de 2014 e dezembro de 2016 foram notificados 783 casos. Estado do Maranhão está incluso em uma área considerada endêmica.
Aproveitando o período com maior número de casos de febre amarela no Brasil, entre dezembro a maio, o Ministério da Saúde está reforçando a orientação para que todas  as pessoas que moram no país ou que vão viajar para locais com recomendação da vacina sejam imunizados.
Essa orientação do órgão é porque nesse período é quando mais chove na maior parte do Brasil e isso aumenta as populações de mosquitos, que são os principais vetores do vírus da febre amarela.
A febre amarela urbana é considerada erradicada do Brasil desde 1942, mas a febre amarela silvestre continua sendo transmitida por vírus hospedado em macacos e fazendo vítimas em todo o Brasil. Entre julho de 2014 e dezembro de 2016 foram notificados 783 casos da doença, mas apenas 14 foram confirmados.
Existe um tratamento para esta doença, no entanto, cerca de 20 a 50 por cento das pessoas infectadas pelo o vírus da febre amarela morrem. A evolução da doença é considerada rápida. De três a seis dias os sintomas já se manifestam após a infecção e alguns desses sintomas se apresentam já de forma bem grave com hemorragias, por exemplo, no trato gastro intestinal, e isso leva essas pessoas a morte.
A forma de prevenção, especialmente nas regiões de matas, florestas e rios, é tomando a dose da vacina contra a febre amarela e é por isso que o Ministério da Saúde orienta a população que vive nessas áreas consideradas endêmicas. O estado do Maranhão está incluído nessa região.
A vacina contra a febre amarela faz parte do calendário básico nacional de vacinação e ela não precisa ser agendada sendo disponível em qualquer Posto de Saúde.

0 Comentarios "MA: Ministério da saúde orienta vacinação no estado"