agosto 23, 2019 0
  ESTADO DO MARANHÃO
Câmara Municipal
RESGATANDO NOSSA HISTÓRI
A politica de resultados
que pratico, vem
produzindo importantes
leis para o nosso
município, o que permitiu
a melhoria da qualidade
de vida de nossa gente.
Tudo isso é fruto de um
trabalho compartilhado
com a Prefeita Irlahi
Moraes, e vereadores
que votaram nas
proposições de nossa
lavra. No que tange a
REVITALIZAÇÃO DO
COMPLEXO FERROVIÁRIO DE ROSARIO– MA, no ano de 2008, apresentei proposição (Indicação No 020/2008) pugnando pela doação da antiga estação ferroviária, galpões e armazém, objetivando adequação do corredor turístico e cultural da nossa cidade. Ainda na gestão do Prefeito Ivaldo Cavalcante, foi firmado convenio com o Governo Federal, tendo como finalidade restaurar prestimoso patrimônio, não prosperou por divergências técnicas.
Já no governo do Prefeito Marconi Bimba, conseguimos aprovar o projeto de lei 014/2010, dispondo sobre o tombamento do prédio antiga estação ferroviária, galpões e armazém da RFFSA do município de Rosário-MA, pelo seu valor histórico e cultural.
No ano de 2014 na gestão
da Prefeita Irlahi, tivemos a felicidade
de aprovar projeto de lei no 044/2014,
autorizando o Poder Executivo a
firmar parceria com o Governo
Federal, através do Instituto Do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, objetivando transformar aludidos monumentos no corredor turístico e cultural da cidade de Rosário, inclusive denominando o portal da cidade capital
 
folclórica do bumba meu boi de orquestra em consonância com a lei municipal n 38/2009 de nossa autoria, finalmente no ano de 2017 o legislativo rosariense, aprovou por unanimidade o projeto de lei n 084/2017, denominando de “BENEDITO PEREIRA LEITE”, o complexo ferroviário constituído do prédio da estação e demais imóveis da antiga RFFSA, localizado na avenida Tiradentes, centro, perímetro urbano da cidade de Rosário – MA, portanto, esta foi
nossa contribuição como representante do povo rosariense.
Ademais, torna-se necessário reconhecer o empenho e sensibilidade do
Ministro do Turismo, Deputado Federal Gastão Vieira, senador João Alberto, prefeita guerreira Irlahi , valorosa superintendente do IPHAN maranhense, hoje nacional, Katia Bogéa, vereadores e todos os trabalhadores que participaram ativamente desta obra que vem materializar o sonho da nossa população.
Em decorrência da Lei n° 11.483 de 31 de maio de 2007, na qual em seu artigo 9° determina
ao Instituto do
Patrimônio Histórico e
Artístico Nacional —
IPHAN; a recepção e
administração dos bens
moveis e imóveis da
extinta Rede Ferroviária
federal — RFFSA, de
valor artístico, histórico e
cultural, incumbindo,
inclusive, que este órgão
zele pela guarda e
manutenção desse
acervo; a
superintendência do
IPHAN no Maranhão, em parceria com a Prefeitura Municipal de Rosario, contratou o projeto arquitetônico executivo com a finalidade de reabilitar todo o complexo ferroviário, dando-Ihe novo uso e preservando a sua memoria.
A Estação de Rosário, parte integrante da Estrada de Ferro São Luís - Teresina foi inaugurada em 1919. Construída para ser uma estação intermediaria, funcionou, durante cerca de 10 anos, como estação terminal, ponto inicial de linha, enquanto se realizava a construção da "Ponte Benedito

Leite" sobre o "Canal dos Mosquitos", que ligaria o continente a ilha de São Luís. Esta posição justifica a construção do complexo ferroviário, composto por estação, armazéns, vila residencial de operários, grupo escolar, oficina e área para estacionamento e
manobra dos trens.
A inserção
deste complexo na cidade de Rosario, assim como o médio porte de sua Estação, construída em dois pavimentos evidencia a importância histórica
no traçado dos caminhos ferroviários, tendo sido a cidade recorrentemente apontada nas fontes oficiais como o melhor local para sediar a linha férrea, seja por sua localização geográfica estratégica entre o litoral e o sertão, seja por estar envolta em fortes interesses políticos, justificados por ser a cidade natal de Benedito Leite, governador do Estado do Maranhão. A Estação de Rosario se caracteriza por conter uma arquitetura tipicamente inglesa, de caráter sóbrio e funcional, contendo linhas retas marcantes, solidez e exatidão de projeto e construção.
A arquitetura ferroviária se destacava nas cidades como um de seus mais importantes e significativos edifícios públicos, sendo consideradas salas de visitas ou mesmo porta de entrada das cidades. Eram ostentadas e expressadas de acordo com a representatividade, principalmente econômica, das localidades em que era
instalada, sendo construídas por
relações de enorme simbolismo.
Essa carga simbólica atribuída
aos conjuntos ferroviários,
sobretudo nas estações, explica,
entre outros, a forte incorporação
das ferrovias na memoria
coletiva e social em diversas
regiões do país. Esse é também
o caso do complexo ferroviário
de Rosario e de sua estação,
que a despeito de sua
simplicidade formal, assim como
do quadro anterior de degradação e abandono a mesma mantinha sua presença na cidade.

 A restauração deste importante Complexo Ferroviário, obra orçada em R$ 7.720.213,44 certamente se constituirá no cartão postal da cidade de Rosario e da região do Munim, justamente no momento em que esta região esta recebendo grandes empreendimentos, em virtude de ser a porta de entrada, passagem obrigatória para a região dos lençóis maranhenses, importante polo turístico mundial.
O turista ao se dirigir aos lençóis maranhenses terá a oportunidade de fazer uma parada no complexo Ferroviário que contara com exposição permanente do patrimônio cultural do município de Rosário, composta de riquezas culturais como o Bumba meu Boi de Orquestra, a belíssima cerâmica artesanal , a dança do Lelê o Tambor de Crioula, o patrimônio arqueológico da região com peças de 9.500 anos e a historia da colonização do Maranhão, através do Rio Itapecuru com o Forte de Vera Cruz. Belezas que com certeza encantarão os turistas que ainda terão praça de alimentação, lojas de artesanato, terminal turístico de informações, caixas eletrônicos e em breve a revitalização do forte vera cruz e sua transformação em museu, projeto de nossa autoria.
                   ____________________________________________________
VER. JOSÉ MARIA PEDROSA L. FILHO – (NECÓ)
E-mail: pedrosaneco@gmail.com / Fone: 91175523
ENDEREÇO: PRAÇA GOVERNADOR IVAR FIGUEIREDO SALDANHA, S/N, CENTRO ROSÁRIO – MA - CEP: 65.150-000
 ENVIE SUGESTÕES

0 Comentarios " "