Estuprador que foi colocado em liberdade volta pra cadeia

dezembro 17, 2019 0


Anderson Nogueira Silva usava tornozeleira eletrônica, mas não carregava a bateria e violava a área onde deveria ficar. Ações teriam se repetido por ao menos 18 vezes.
 
A Polícia Civil prendeu na tarde dessa quinta-feira (12), em São Luís, Anderson Nogueira Silva, que responde a processo por estupro de vulnerável e também por servir bebida alcoólica a menor de idade.

Essa é a segunda vez que Anderson acaba preso. Na primeira vez, ele foi preso após as investigações pelos crimes de estupro contra uma menor de idade, mas foi solto com a condição de usar tornozeleira eletrônica.

Porém, de acordo com o Ministério Público, Anderson vinha descumprindo os acordos com a Justiça ao deixar de carregar a bateria da tornozeleira eletrônica e violar a área onde deveria ficar. Isso teria acontecido ao menos 18 vezes enquanto ele estava em liberdade.

Baseado nos relatórios de monitoramento, a 9ª Vara Criminal determinou uma nova prisão preventiva de Anderson, que foi decretada no dia 30 de setembro deste ano.

"Compulsando os autos, verifico que mesmo após ter sido concedida a liberdade provisória ao investigado Anderson Nogueira Silva, com aplicação de medidas cautelares, sob pena de revogação do benefício, o acusado desobedeceu a determinação judicial, mostrando completo desrespeito ao Poder Judiciário, descumprindo os termos de uso da tornozeleira eletrônica, confirme relatório de fls. 398/399. Conforme se extrai do relatório, houve várias violações (fls. 107/119), o que revela sério descompromisso do investigado com as condições que lhe foram impostas, além de causar temor à vítima e seus familiares, cuja integridade física e psíquica também se buscou resguardar quando do monitoramento do réu. Desse modo, por estarem presentes os motivos autorizadores da sua custódia cautelar, REVOGO a liberdade provisória e DECRETO A PRISÃO PREVENTIVA de ANDERSON NOGUEIRA SILVA, nos termos dos arts. 350, p. único c/c 311 e 312, todos do CPP, determinando, em consequência, que seja EXPEDIDO o competente MANDADO DE PRISÃO”, decidiu o juiz Reinaldo de Jesus Araújo, titular da 9ª Vara Criminal.



Anderson Silva foi reconduzido ao sistema prisional, onde ficará a disposição da Justiça.

Preso em 2018 após desaparecimentos de três adolescentes

0 Comentarios "Estuprador que foi colocado em liberdade volta pra cadeia "