Já estavam separados. PM que matou mulher e amante afirma em depoimento que havia decidido horas antes pelo fim do relacionamento

janeiro 26, 2020 0


Vazou uma das páginas do depoimento do Policial Militar Carlos Eduardo Nunes, 31 anos, que matou a esposa e seu amante, após flagra-los na cama, dentro do apartamento em que residiam, no bairro Vicente Fialho, em São Luís. 
O duplo homicídio aconteceu na tarde deste sábado (25), por volta das 14h, segundo narrou o militar. Morreram sua companheira, Bruna Lícia Fonseca, e mais o suposto amante, identificado como José William dos Santos, com disparos efetuados pelo PM, quando ambos estavam ainda despidos.  

Em seu depoimento, o PM revela que na noite anterior ao crime havia em total consentimento com Bruna, decidido a por fim de vez no relacionamento, que segundo ele já havia esfriado há um bom tempo. 
Informações blog do Antenor 
Leia abaixo: 

0 Comentarios "Já estavam separados. PM que matou mulher e amante afirma em depoimento que havia decidido horas antes pelo fim do relacionamento "