sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Ministério da Saúde suspende recursos de Peri-Mirim após constatar irregularidades na Saúde



O Ministério da Saúde suspendeu a transferência de recursos financeiros de Peri-Mirim e outros 35 municípios do Maranhão.  A transferência dos recursos aconteceu após a constatação de irregularidades no cadastro de serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES) e à informação da produção de vigilância sanitária no Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS).

Os recursos suspensos são referentes aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro deste ano. As irregularidades foram constatadas em monitoramento realizado no dia 18 de agosto, que levou em consideração municípios sem cadastro ou considerados “in-consistidos” pelo Serviço Especializado de Vigilância Sanitária do SCNES e em situação irregular de fevereiro a junho de 2017 a respeito das informações sobre vigilância sanitária.

Com os recursos suspendidos, da impressão de que o prefeito Dr. Geraldo, foto,  está brincando de ser prefeito ou não tem capacidade de estar na função, uma vez que a população depende da saúde pública tanto nos postos quanto no hospital.

Clique Aqui e confira as 36 cidades do Maranhão que tiveram seus repasses suspendido pelo governo federal/Ministério da Saúde.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Luzimar Rodrigues