quinta-feira, 24 de maio de 2018

Ritual macabro de pajelança leva Homem a morte em Rosário

Blog do Alex Ramos
Tudo começou com o desaparecimento de José Ricardo Rodrigues, “o Déde” de 33 anos, na noite de sábado (19), quando ele havia saído de casa na Vila Pereira, em Rosário, até a casa de um parente no povoado São Simão, desde então ninguém o veria mais.
Vítima José Ricardo
Desesperados, familiares entram em contato com a polícia civil que faz uma varredura no local onde fora localizado a moto de “Déde”, na manhã de segunda-feira (21); já nesta quarta-feira, por volta das 13h, uma denúncia anônima levou a polícia civil, a residência de Matheus Santos Chagas, 21 anos num bairro afastado do centro da cidade. No local uma multidão de curiosos se aglomera no entorno da casa.
Suspeito Matheus
Dentro da casa, a confirmação do fato com o delegado Murilo Tavares. 
Diante da materialidade do ocorrido, o registro da sepultura improvisada. 
Por volta das 17h, quando o corpo que estava com as mãos amarradas para trás com fio telefônico foi removido da cova rasa escavada no quintal da casa, a mãe da vítima Maria José Rodrigues, chega à residência. 

Com a chegada dos peritos criminais no imóvel cada detalhe pode ser revelador, além de esclarecer como José Ricardo, foi morto naquela triste noite. 

Após o corpo ser encaminhado para o IML, na Capital, a equipe do Delegado Murilo, retorna a delegacia, para transferir Matheus, para o complexo penitenciário de Pedrinhas; diante do jovem frio que a todo momento permanece de cabeça baixa, tentamos extrair alguma confissão, porém ele permanece em silêncio.
Segundo dr. Murilo, responsável pelo inquérito, Matheus disse que matou a Vítima a golpes de pá, ao menos 03, em função de José ter encomendado um ritual numa casa de macumba/feitiçaria, contra a sua mãe.

A polícia trabalha com a possibilidade de que Matheus, contou com ajuda de terceiros, para no mínimo, ocultar o cadáver, uma vez que além do autor e da vítima, outros dois homens estariam na casa ingerindo bebida alcoólica.

0 comentários:

Postar um comentário