quarta-feira, 6 de junho de 2018

Vacina da Febre Amarela engravida Noiva no Pará e deixa cidade em pânico


Este é o primeiro caso de gravidez causada por uma vacina no Brasil. O caso aconteceu em Marabá, PA. Uma adolescente de 16 anos, ainda virgem (segundo ela), afirma ter ficado grávida depois que tomou uma vacina contra Febre amarela. Segundo a jovem, logo após tomar a vacina, teria sentido vários enjoos. Preocupados, a família da adolescente a levaram no atendimento médico da U.P.A onde foi constatado que a adolescente estava grávida.

O noivo afirmou que nunca teve relação sexual com a garota, e sempre que tentava ela dizia que só ia liberar depois do casamento e que estava se guardando para “jesus”. "Eu estava em casa assistindo o jogo do flamengo,  e ela disse que saiu apenas uma noite com a prima para se vacinar e acabou engravidando" afirmou o noivo

O Ministério da Saúde não tem, ainda, um plano para combater a proliferação desse tipo de espermatozoide. O caso da adolescente não mobilizou o governo. Em nota, a Secretaria de Saúde de Marabá afirma que a jovem está querendo criar uma lenda -- parecida com a do boto -- e que não existe vacina que possa engravidá. Os pais da jovem ficaram indignados com a nota afirmaram que vão meter o processo no governo.

4 comentários:

  1. Que besteira... coisa mais sem lógica... se fosse eu teria vergonha de postar uma notícia dessas... hoje até uma criança sabe como uma mulher engravida. Fala sério!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Percebeu na matéria uma parte que o namorado diz que ela saiu com uma amiga a noite pra tomar vacina? A noite não tem postos de saude abertos. Essa menina traiu o namorado kkk

      Excluir