Disque Denúncia oferece R$ 1 mil por informações sobre 'Dr Bumbum' e a mãe

julho 18, 2018 0



Cartaz oferece recompensa por informações sobre médicos

Acusados de homicídio qualificado, os médicos Denis César Barros Furtado, de 45 anos, conhecido como "Dr Bumbum", e Maria de Fátima Barros Furtado, de 66 anos, mãe de Denis, já são considerados foragidos pela Justiça. O Portal dos Procurados divulgou, na madrugada desta quarta-feira, um cartaz com recompensa de R$ 1 mil reais por informações que levem às prisões do cirurgião e da mãe.
Eles são os principais investigados pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que se submeteu a um procedimento estético, no apartamento do médico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, no último sábado. A namorada de Denis, Renata Fernandes Cirne, de 19 anos, também é suspeita de ter participado do procedimento. A jovem está presa desde terça-feira.
A bancária saiu de Cuiabá, no Mato Grosso (MT), onde morava, para fazer um procedimento estético nos glúteos. Após a intervenção, com implante de cerca de 300 ml de silicones em ambos glúteos, a vítima começou a passar mal, e teve complicações.
Ela foi levada pelo próprio médico para o Hospital Barra D'Or, onde chegou em estado grave e teve quatro paradas cardiorrespiratórias. Mesmo após manobras de recuperação, não foi possível reverter o quadro em que Lilian se encontrava e ela acabou morrendo na madrugada do último domingo, por volta de 1h.
Titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), a delegada Adriana Belém, informou que o médico tem oito anotações criminais, uma delas por homicídio em 1997, além de porte ilegal de arma, crime contra administração pública, exercício arbitrário das próprias razões, ameaça, violação de domicílio e duas por resistência à prisão.
A Justiça decretou a prisão temporária de Denis, Maria de Fátima e Renata pelo crime de homicídio qualificado e associação criminosa.
Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Denis e Maria de Fátima, pode enviar uma mensagem de texto, vídeo ou foto para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099, ou pode entrar em contato com a Central Disque-Denúncia pelo número (21) 2253-1177. O Anonimato é garantido.
O Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) informou que faz fiscalização de rotina em unidades de saúde e que checa denúncias que chegam ao conselho. O Cremerj pede que a população denuncie casos como o do médico Denis Furtado.

0 Comentarios "Disque Denúncia oferece R$ 1 mil por informações sobre 'Dr Bumbum' e a mãe"