segunda-feira, 2 de julho de 2018

Estuprava a enteada com à ajuda da mãe da garota




A Polícia Civil prendeu em Tocantinópolis, Norte do Estado, um casal onde o homem é acusado de estuprar a própria enteada de 13 anos e a mãe de permitir que o companheiro abusasse sexualmente da própria filha. Os abusos estavam ocorrendo há cerca de um ano.

Willian Torres de Oliveira 33 anos e Ana Lúcia Freitas Barbosa 40 anos foram presos no último dia 28, mas as informações foram divulgadas pela polícia apenas neste domingo (1°). A ação foi realizada através da Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente sob o comando do delegado Tiago Daniel de Moraes e da delegada Lívia Rafaela Almeida de Vasconcelos.

As investigações sobre o caso começaram em maio deste ano após denúncia, quando a polícia foi até a residência do casal onde foi encontrada uma arma de fogo, na época os dois confessaram os abusos sofridos pela menina, Willian no entanto, teria afirmando que não estuprava a enteada dizendo que na verdade estava “namorando” com ela.

Em depoimento, Ana Lúcia, demonstrou conivência com o ato, dizendo que sabia do relacionamento da filha com o companheiro com o qual vive há 9 anos. A mulher contou inclusive que construiu um quarto para que a filha e o padrastos namorassem de forma mais tranquila.

Ana Lúcia disse ainda que torcia para que os dois ficassem juntos e tivessem filhos porque segundo ela, Willian é “um homem bom”.

Mas segundo a Secretaria de SegurançaPública (SSP), as investigações apontam que a vitima não consentia com os abusos e além disso, segundo a legislação brasileira, qualquer tipo de ato sexual com menores de 14 anos é considerado estupro de vulnerável.

Willian permanece preso por posse ilegal de arma de fogo e estupro de vulnerável e Ana Lúcia presa deve responder por ter omitido os abusos sofridos pela filha.


Portalonorte 

0 comentários:

Postar um comentário