Mãe tortura e queima filho no Maranhão

março 23, 2019 0


Não terá sequelas físicas dizem médicos sobre criança torturada pela mãe no Maranhão

Médicos que atenderam a criança de 4 anos torturada pela mãe Tainá Setúbal disseram que o menino não vai ficar com sequelas físicas. Eles informaram ainda que, na segunda etapa do tratamento, ele vai receber acompanhamento psicológico.


Mãe confessou que queimou as mãos do filho por ele ter roubado uma quantia em dinheiro dela

O caso aconteceu na cidade de Apicum-Açu, a cerca de 138 km de São Luís. Segundo a polícia, Tainá confessou ter queimado as mãos do filho após um ataque de fúria. 


À polícia, Tainá informou ainda que foi deixada pelo marido há pouco tempo e fez tudo em um momento de loucura. Ela possui outros dois filhos e todos foram deixados aos cuidados da avó materna. 

Após o crime, Tainá foi presa e está na Unidade Prisional de Ressocialização de Cururupu.

O Conselho Tutelar só foi avisado da tortura uma semana após agressões, embora o garoto tenha sido atendido no hospital do município. As marcas deixadas nas duas mãos indicam que a criança foi submetida a uma tortura cruel empregada pela mãe.

“Ela pegou a frigideira, colocou no fogo e, na minha visão, a gente percebeu lá que não apenas triscou, mas sim, com certeza, pressionou um pouco. 

Porque as nossas mãos são grandes, mas a da criança é pequena e a frigideira dá certo na mão”, contou a Conselheira Tutelar Ludiana Rabelo.

Do G1 MA

0 Comentarios "Mãe tortura e queima filho no Maranhão "