quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Mulher que levou 18 facadas do ex-marido apresenta melhoras, mas continua na UTI do Socorrão II





"Ela está apresentando melhoras, está consciente, abriu levemente os olhos e mexeu as pernas. Ela também consegue movimentar a cabeça quando se faz alguma pergunta que a resposta seja sim ou não", diz uma prima de Girlene.
A mulher Girlene Araújo, de 37 anos, que foi esfaqueada 18 vezes pelo ex-marido continua internada na UTI do Socorrão II, depois de passar por duas cirurgias. Segundo familiares, nesta segunda-feira (26) ela apresentou sinais de melhoras.

“Hoje meu pai esteve no Socorrão II e foi até a UTI, onde Girlene continua internada. Ela está apresentando melhoras, está consciente, abriu levemente os olhos e mexeu as pernas. Ela também consegue movimentar a cabeça quando se faz alguma pergunta que a resposta seja sim ou não. Ela está fora de perigo e estamos torcendo pela plena recuperação dela para que saia da UTI”, disse uma prima de Girlene ao blog.

A mãe de Girlene, que estava no interior do Estado, chegou somente hoje e os médicos estavam tendo cautela ao conversar com ela sobre a situação da filha devido a problemas hipertensivos.

Girlene Araújo, que trabalha na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (SEDES), estava separada de Gutemberg Matos Bezerra, o Guto, com quem tem um filho de 14 anos. Por não aguentar mais ser maltratada, ela resolveu se separar. Ele, no entanto, não aceitava a separação e decidiu tentar matar a ex-companheira com 18 facadas na última sexta-feira (23) na residência dela, no Maiobão.

Até o momento, a polícia não conseguiu localizar e prender o agressor Gutemberg Bezerra. A ocorrência foi registrada na Delegacia Especial da Mulher (DEM).

A família espera que o ex-marido de Girlene seja preso e venha a pagar por esse crime brutal. E que não seja mais um covarde a ficar na impunidade.
Do blog do Gilberto Lima.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Luzimar Rodrigues